Entrevista do Super Junior e Leslie Grace para o Fuse na “KCON 2018 NY”

Postado por Ju-Ninha no dia 24/07/18 em Entrevistas

O Fuse, canal de televisão dos Estados Unidos com foco em música, realizou uma entrevista com o Super Junior e Leslie Grace apontando o sucesso da parceria para a canção “Lo Siento”.

A entrevista de Jeff Benjamin, que é colunista de K-pop da Billboard e contribuidor da Fuse, foi publicada em 27 de junho de 2018 e foi realizada durante a participação do Super Junior na “KCON 2018 NY” em 23 e 24 de junho.

SUPER JUNIOR E LESLIE GRACE DISCUTEM COMO O K-POP E A MÚSICA LATINA BRILHAM JUNTOS NA “KCON 2018 NY”

A lendária boy band coreana e a cantora latin-pop provocam sobre mais música juntos, o que o futuro reserva e o momento da turnê que os levou a perceber que “a música não tem barreiras”.

Se alguém quisesse apostar no futuro da música, talvez precisasse prestar mais atenção no festival “KCON 2018” de Nova York no Prudential Center. A extravagância dos dois dias de convenções e shows trouxe 53.000 fãs para a arena de Newark, New jersey, que foram tratados com tudo, desde workshops, painéis, encontros de artistas e performances ao vivo do primeiro hit K-pop / Latin “Lo Siento”, colaboração do Super Junior e Leslie Grace. A faixa trilíngue coreano-espanhol-inglês levou o Super Junior a se tornar o primeiro grupo do K-pop a entrar nas paradas latinas da Billboard e levou os dois artistas aparentemente opostos em turnê pelo México, Chile, Argentina e Peru, até agora.

Nos bastidores da “KCON”, onde os artistas estavam se preparando para a primeira apresentação ao vivo da canção, não havia nada além de apreciação e diversão entre todos. Leslie fez piadas com o SiWon do SuJu, mas sorriu e interagiu com cada um dos seis membros da banda presentes. Os artistas conversaram com o Fuse sobre o que aprenderam uns com os outros e indicam que mais uma colaboração pode ocorrer muito em breve para espalhar ainda mais o que eles veem como um relacionamento musical mutuamente benéfico.

Como Leslie gritou durante sua participação no set do Super Junior mais tarde naquela noite: “Este é apenas o começo!” em inglês e espanhol, indicando que o futuro deles é empolgante e muito multilíngue.

FUSE: Vocês criaram a primeira colaboração bem-sucedida de K-pop e música latina. Como esses mundos se juntaram?
LeeTeuk: Na Coreia, não havia nenhum grupo de K-pop que tivesse tentado o gênero latino como esse até agora, mas o Super Junior tinha o objetivo de experimentar um gênero com um som latino. Como foi a primeira experiência, nossa sincronia com Leslie foi tão boa e o resultado final foi muito bem-sucedido, vamos continuar a experimentar para tentar coisas novas.

FUSE: Leslie, como essa colaboração influenciou você e sua perspectiva musical?
Leslie Grace: Tem sido uma oportunidade incrível, apenas do meu ponto de vista e do meu lado musical como latina, ser uma das primeiras a fazer uma colaboração tão grande com o K-pop e com uma cultura tão diferente, isto abriu os olhos para muitos dos meus colegas do meu lado para estarem abertos à colaboração transculturais no futuro. Eu me sinto incrível. Abrir minha base de fãs da maneira que eu acho que nunca teria acontecido sem colaborar com um grupo tão incrível quanto o SuJu.

SiWon: Você nos chamou SuJu?! Você conhece isso [apelido]?
Leslie: Sim, eu conheço! Sou fã, conheço minhas coisas! [Risos] Estamos na base do primeiro nome.
SiWon: Nós precisamos te chamar de LG então. [Risos]
Leslie: Sim, você sabe que há um nível de conforto entre nós. Nós saímos em turnê juntos. Me chame do que você quiser, pessoal.

FUSE: Eu quero perguntar sobre a turnê porque o ‘Super Show 7’ atingiu alguns países da América Latina e Leslie apareceu nos shows. Como foram esses shows?
SiWon: Foi realmente incrível e uma das minhas melhores memórias e experiências, especialmente em trabalhar com ela. Ela é muito apaixonada e muito profissional. E ela tem um bom coração.
Leslie: Obrigado, digo o mesmo de vocês. Vocês são muito mais profissionais.
DongHae: Para ser honesto, não sabemos tudo sobre Leslie quando se trata de suas performances, porque só temos uma música com ela (“Lo Siento”), mas durante a turnê, vimos ela se apresentar sozinha e achamos que ela tem muitos lados diferentes dela quando se apresenta. Por exemplo, quando ela cantava uma música brilhante, ela era tão positiva, borbulhante e expressiva. E então, quando ela cantou uma música triste, ela de repente caía em lágrimas. Percebemos que eram esses aspectos diferentes de suas performances que, pensamos, a tornam tão popular.
Leslie: Eu nem sabia que eles estavam assistindo tão atentamente! Eu me sinto tão lisonjeada. Eu acho que essa foi a parte mais emocionante para mim também. Estou tão feliz que ele disse isso porque, para mim, eu estava realmente ansiosa para sair em turnê, ver eles se apresentarem e eu saber mais sobre a música K-pop, o fandom do K-pop e seu repertório. Enquanto nós só temos que fazer uma música junto com “Lo Siento” – que vai mudar no futuro …

FUSE: Isto é uma confirmação de outra colaboração?!
Leslie: Eu espero que seja! Algum tempo no futuro. Mas desde que nós fizemos apenas uma música juntos na turnê, eu pude ver muito do show deles antes de subir no palco e fazer o meu set. Eu diria que essa foi a parte mais legal. Eles são muito expressivos também, a dança é super divertida, o canto é incrível, isso era uma coisa. Mas a outra coisa era que era um fenômeno para mim como as pessoas da minha língua estão cantando junto com a sua língua e você realmente consegue ver como a música não tem barreiras. E ainda por cima, para vê-los cantando junto às minhas músicas também – não havia nenhuma lacuna entre o fandom E.L.F. e as pessoas que poderiam apreciar minha música também e sabiam palavra por palavra.

FUSE: Isso é lindo. Com colaborações bem-sucedidas e turnês como essa, parece que 2018 é um ano especial para o K-pop. Você acha que este é um ano especial?
LeeTeuk: Quatro ou cinco anos atrás, nós fizemos um show solo na França e também fizemos um show em Los Angeles. Recebemos muitas perguntas sobre quanto tempo o K-pop duraria, mas ele realmente cresceu desde então. Então, 2018, nós não achamos que é apenas sobre o crescimento do Super Junior, mas o K-pop em geral ainda recebe muito amor em todo o mundo, e vai continuar crescendo e recebendo mais e mais amor.
SiWon: Essa é uma ótima resposta.
EunHyuk: Até agora, tudo bem. [Risos]

FUSE: Então, qual é o próximo objetivo do Super Junior para manter o crescimento do K-pop?
SiWon: Talvez nós vamos trazer nossa turnê para os Estados Unidos.

Fuse | jeff__benjamin
Tags: ,
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *