SiWon participa de várias atividades como representante especial da UNICEF Coreia

Postado por Ju-Ninha no dia 10/08/18 em Notícias

Entre os dias 01 e 07 de agosto, SiWon participou de diversas atividades como representante especial da UNICEF Coreia e visitou a Tailândia, Brunei e Malásia.

SiWon esteve na Tailândia como um voluntário e visitou Ubon Ratchathani e Laos. Ele vistou uma escola para crianças autistas em Ubon, que foi destruída por um incêndio em 2017.

Durante sua visita à Tailândia, SiWon participou do “5º Fórum das Crianças da ASEAN”, a Associação de Nações do Sudeste Asiático, realizado em 06 de agosto em Brunei. Na cerimônia de abertura SiWon fez um discurso e chamou a atenção para os direitos das crianças.

Em seu discurso, SiWon disse: “Você sabia que existem 220 milhões de pessoas com menos de 20 anos na região da ASEAN? São quase 35% de toda a população da ASEAN. Isso significa que 35% das vozes devem ser representadas em sua sociedade, em sua política, para os jovens”.

No entanto, ele também observou: “Você está recebendo atenção suficiente e apoio da sociedade para crescer em um ambiente seguro, limpo e saudável? Os 35% estão bem representados em sua sociedade? Minha resposta curta é ‘Não'”.

SiWon, que tem sido um representante especial do Comitê Nacional Coreano da UNICEF ​​desde 2015, pediu: “Precisamos ter certeza de que nossos legisladores e políticos percebam que somos o futuro do país, não apenas por palavras. Devemos pedir a eles que invistam os recursos certos para cada escola, hospital e comunidade”.

Determinado que todas as crianças devem usufruir dos mesmos direitos para sobreviver, prosperar e viver em todo o seu potencial, SiWon já viajou para diferentes países para apoiar a missão da UNICEF globalmente.

Lembrando-se de suas viagens, ele disse: “Infelizmente, tenho testemunhado milhões de crianças sofrendo com a privação de direitos básicos, como os direitos à educação, os direitos à saúde e os direitos de brincar”.

Além disso, SiWon disse que algumas crianças estão expostas a bullying, abuso sexual e discriminação por causa de sua raça, etnia e outras razões inaceitáveis.

“É por isso que ainda precisamos trabalhar muito para atender às necessidades e aspirações das crianças da região. Não podemos ficar satisfeitos com o que temos agora. As crianças da ASEAN merecem um futuro melhor. Nossa luta para manter nosso mundo seguro, limpo e saudável para nossos filhos ainda está em andamento. Todos nós precisamos fazer parte da luta contra a injustiça, a insegurança e a irresponsabilidade em relação às crianças e ao mundo”.

Antes de concluir seu discurso, SiWon expressou: “As crianças podem mudar o mundo. Nós também podemos ser Super Juniors”.

Durante sua visita à Malásia, Siwon também participou do “Youth Talk” da UNICEF Malásia com membros do parlamento da Malásia, Nurul Izzah Anwar e P. Prabakaran, e a atriz Lisa Surihani para falar sobre bullying e violência escolar.

SiWon disse: “Alguns de seus amigos estão expostos a intimidação, violência sexual e discriminação por causa de sua raça, etnia e outras razões inaceitáveis. Eles se parecem com você. E pode compartilhar o mesmo nome que você… Se apenas eles receberem o apoio da sociedade.”

The Jakarta Post | myUNICEF | WeLoveChoiSiwon | SUJUbr
Tags: ,
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *